O que é remarketing e como funciona para afiliado

Você sabe o que é remarketing? Se a sua resposta foi negativa, então é sinal de que está perdendo dinheiro.

É muito possível que você já tenha tido a sensação de estar sendo perseguido por algum anúncio após ter consultado o site de algum produto. Você nem precisa ter colocado ele no carrinho.

Ao entrar em outros sites, no Instagram ou no Facebook lá está o anúncio do produto. E você pode até achar isso um tanto chato em um dado momento, também me sinto assim.

Não existem coincidências aqui, é apenas o remarketing fazendo o seu papel.

O remarketing é responsável por consolidar muitas vendas que estavam, aparentemente, perdidas. Por isso, te disse no início desse artigo que você pode estar perdendo dinheiro, e muito dinheiro.

O que é remarketing?

O que é retargeting

O remarketing é uma estratégia do marketing digital para impactar novamente as pessoas que tiveram algum interesse em seus produtos ou serviços.

De uma forma literal, remarketing significa fazer marketing novamente para as mesmas pessoas.

O remarketing funciona através de anúncios que aparecem nas várias plataformas (Facebook, Instagram, Google e seus parceiros) para pessoas que já se interessaram e tiveram contato com algum produto ou serviço do seu negócio online.

Por exemplo, tem dois dias que estava procurando por um produto da marca Lola para comprar, um produto específico para Co Wash. Fiz algumas pesquisas e entrei em poucas lojas de cosméticos.

Ao entrar hoje em um site sobre um assunto que não tem nenhuma relação com o produto, vi um anúncio do Google Ads de uma das lojas que acessei do exato produto que estava procurando.

E o que aconteceu? Fiz a compra!

O que aconteceu comigo foi exatamente o que chamamos de remarketing.

Essa estratégia é muito importante porque a grande maioria das pessoas que visitam um site não realiza uma compra na primeira vez.

O Google Ads divulgou um número assustador sobre isso, essas pessoas representam 97% dos visitante de um e-commerce. Ou seja, 97% das pessoas que visitam um e-commerce não vão realizar uma compra na primeira visita.

Esse é um número extremamente alto! Por isso, o remarketing é tão importante, é a sua chance para não perder todos esses possíveis clientes.

Você pode estar se perguntando como isso funciona. É o que vamos ver agora.

Como o remarketing funciona?

Retargeting

Para que você entenda o que é remarketing e como funciona, vamos voltar ao exemplo anterior.

Eu disse que estava procurando por um produto da Lola, certo? O que fiz foi digitar no Google o nome do produto seguido da marca.

O Google me retornou alguns resultados patrocinados do Shopping.

Cliquei na primeira opção. Nesse momento, o meu computador foi marcado através de um cookie, ou seja, o meu computador recebeu uma marcação, como se fosse um carimbo.

O cookie funciona como um sinalizador.

A partir disso, serei impactada pelo anúncio da loja que acessei em todos os sites parceiros do Google, por um período de 30 dias.

Mas não apenas no Google Ads é possível fazer o remarketing, no Facebook Ads também.

No Facebook Ads a marcação acontece através do seu pixel de conversão.

Campanha de Remarketing no Google Ads

Agora que você já entendeu o que é remarketing e como ele funciona, é hora de aprender como fazer uma campanha para remarketing.

No Google Ads há duas maneiras para fazer uma campanha de remarketing: na Rede de Display ou na Rede de Pesquisa.

Vamos entender melhor sobre cada uma delas:

Remarketing na Rede de Display

A Rede de Display é um grupo de sites parceiros do Google com espaço para anúncios.

Provavelmente, você já acessou algum site com vários banners de anúncios, muitas vezes no meio de algum artigo ou na barra lateral.

Esses sites fornecem espaço de publicidade através de um programa chamado Google Adsense, onde os anúncios serão exibidos.

Nesse tipo de anúncio você pode usar tanto texto quanto imagem.

Remarketing na Rede de Pesquisa

Os anúncios da Rede de Pesquisa aparecem nos primeiros resultados do mecanismo de busca do Google.

Na página de resultados é possível ver anúncios do Google Imagens, Google Maps, Google Shopping e sites parceiros.

O grande diferencial da Rede de Pesquisa está na intenção do usuário, que ativamente está digitando um termo. Os anúncios, nesse caso, são extremamente direcionados ao usuário que tem mais chances de converter.

Como criar uma campanha de remarketing

Na prática, os anúncios da Rede de Display tem uma grande vantagem em relação à Rede de Pesquisa. Eles são mais elaborados visualmente, é possível criar diferentes tamanhos de banners com uso de imagens e textos, o que, inevitavelmente, chama mais atenção.

Para fazer uma campanha de remarketing no Google Ads primeiro você tem que instalar o pixel de remarketing.

Para isso, dentro da plataforma do Google Ads você deve acessar “Gerenciador de públicos-alvo” dentro de “Ferramentas e Configurações” na aba de “Biblioteca Compartilhada”.

O que é remarketing

Na barra à esquerda você deve clicar em “Origem de público-alvo” e selecionar a opção “Tag do Google Ads” e configurar. Selecione os dados que deseja coletar e ao final selecione a forma que deseja instalar os códigos em seu site.

Após isso você deve criar um público-alvo clicando em “Listas de público-alvo”. Veja na imagem acima quantos públicos já tenho cadastrados, no total são 75 públicos.

Para criar o seu público você deve escolher qual o tipo de público (visitantes do site, visitantes do aplicativo, YouTube). Feito isso, você precisa determinar o conjunto de regras, como o endereço da URL ou o canal do YouTube, escolher o tempo que o Google vai utilizar para popular a sua lista e incluir um nome para a lista.

Por último, comece uma campanha nova, escolha o tipo de meta e onde aparecerão seus anúncios, se na Rede de Display ou Rede de Pesquisa. Na segunda tela o que muda é que em “Públicos-alvo” você deve escolher o público de remarketing que acabou de criar.

Remarketing no Facebook Ads

Como disse anteriormente, no Facebook Ads o remarketing acontece através do pixel de conversão, um código instalado na página que registra todos os acessos.

O Facebook fornece uma lista com alguns eventos do pixel disponíveis para você utilizar. É muito importante que você saiba a finalidade de cada um deles.

Por exemplo, numa página de vendas você pode utilizar o evento “View Content”. Já na página de checkout você utiliza o “Initiate Checkout” e na página de obrigado é só configurar o “Purchase”.

Mas você não precisa se restringir a esses eventos, é possível ainda criar um evento de conversão com o nome que você quiser e utilizá-lo em uma de suas páginas do site.

Da mesma forma, no Facebook Ads você também deverá criar os públicos de remarketing.

Para isso, dentro do Gerenciador de Anúncios você deve clicar em “Públicos” dentro do menu.

O que é remarketing

Para criar um público clique na primeira opção e selecione a origem do seu tráfego. No caso do remarketing, você deve escolher “Site”.

Remarketing no Facebook Ads

Se você não tiver um pixel criado, nesse momento terá que criar um e instalar em seu site.

Nas próximas opções você vai selecionar o seu pixel de conversão e determinar o conjunto de regras para popular o seu público, além do período de tempo.

Você pode escolher a opção de visitantes por tempo gasto, se quiser um público mais qualificado, ou determinar a URL da página do seu site, que poderia ser a página de vendas.

Por fim, dê um nome ao seu público.

Crie uma nova campanha e escolha o objetivo. Em “Público” é só clicar dentro de “Público Personalizados” para acessar o público que acabou de criar.

Após isso é só prosseguir com as configurações da campanha até finalizá-la.

Primeira Venda

Remarketing para afiliados

Você, provavelmente, vai querer fazer remarketing para os produtos que vende como afiliado. A questão aqui é que você não tem total acesso à página de vendas dos produtos para conseguir instalar a tag do Google e o pixel do Facebook.

Ainda assim é possível fazer remarketing, para isso você tem algumas opções:

  • Utilizar uma página de captura ou uma página com botão antes da página de vendas: ao invés de levar o seu lead diretamente para a página de vendas, você pode enviá-lo para uma página dentro da sua estrutura. Assim você consegue fazer remarketing para as pessoas que acessaram essa página.
  • Colocar a página de vendas dentro da sua estrutura: isso pode ser feito através do plugin Elementor (funciona para algumas páginas) e criar um iframe ou utilizar o plugin Clonador de Páginas. Você ainda pode pedir para o produtor a estrutura dele e copiar para dentro do seu domínio.

Como vimos antes, é muito importante você utilizar o remarketing para recuperar as vendas perdidas, não importa a estratégia que esteja utilizando.

A grande maioria dos afiliados deixam isso a cargo do produtor, mas não é o ideal. Se o produtor fizer campanhas de remarketing e se o cookie for configurado para primeiro clique, a venda é atribuída para você.

Mas o ideal é você garantir a sua venda fazendo campanhas de remarketing.

Conclusão

Você aprendeu o que é remarketing e como funciona. Você viu também como fazer campanhas de remaketing no Google e Facebook Ads.

Agora é hora de você colocar as páginas de vendas dos produtos que é afiliado dentro da sua estrutura e começar as suas campanhas de remarketing. Você vai perceber o número de vendas crescer muito com isso.

Não perca essa oportunidade. E me conta o que aconteceu com as suas vendas.

Fórmula Negócio Online

Sobre o Autor

Graciella Neves
Graciella Neves

Investe no marketing digital há 4 anos e há cerca de 3 anos se dedica exclusivamente ao empreendedorismo digital. Quer aprender como isso é possível? Acompanhe aqui no blog!

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


    Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.